Um dia (surreal) com Alvin Roth, Nobel de Economia em 2012

História e Metodologia

Por isabelatazima em maio 18, 2018

Recebi este relato da Professora Carol Trousdell, atualmente lecionando economia comportamental em Reed College (onde Steve Jobs frequentou), e imediatamente me lembrei do dia em que iria ver pessoalmente Dan Ariely e Daniel Kahneman. Você pode ser a pessoa mais articulada do mundo, mas quando chega a hora de falar “Hi Professor” são altas as chances de esquecer seu próprio nome.

Quando ela me disse que havia sido um dia inteiro – desde buscá-lo no aeroporto até a janta – imaginei, muito pela competência e criatividade da Carol, que conversas interessantes teriam acontecido. Um dos detalhes dessa curiosa experiência, a professora pergunta para Roth haveria uma separação entre Economia Experimental e Comportamental ou se as duas áreas se sobrepõem completamente. O autor curiosamente responde: “não sei o que significa ser um economista não-comportamental.  Tudo em que um economista trabalha envolve comportamento e ignorar isso é pura cegueira. Acho que o termo ‘comportamental’ é provocativo, por trazer esse tipo de cegueira histórica à tona.  Para mim, a única distinção com significado é entre ser experimental ou não.  Isso é uma escolha metodológica que qualquer economista deve fazer em algum momento da carreira”.

A Professora Carol também explica informações valiosas sobre como alguns experimentos behavioristas em economia de tokens são realizados (alô Skinner), conceitos importantes da Análise do Comportamento, uma grande área dentro da Psicologia, e as principais linhas de pesquisa de Roth:

“Um dos motivos da escolha de Alvin Roth para o prêmio Nobel deveu-se a seu trabalho na área de desenho de mercados. Nela, investiga-se quais são as contingências sociais que determinam como os mercados se organizam, quais preços se formam e como a oferta e demanda se equilibram. Uma vez identificados esses fatores, estuda-se como modificá-los, de forma a direcionar o comportamento dos agentes para realizarem transações econômicas com melhores resultados para todos. Essa é a essência do desenho de mercados (market design) e da arquitetura de escolhas“.

Confira o texto na íntegra no Blog Economia Comportamental:

http://www.economiacomportamental.org/nacionais/querido-diario-um-dia-surreal-com-alvin-roth-nobel-em-economia-2012/

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *